HELP FILE

Notificações de falha de login por e-mail

Por que estou recebendo e-mail sobre falha de login?

Como você deve ter visto no noticiário, listas de centenas de milhões de credenciais de usuários obtidas em vazamentos de dados recentes (principalmente de redes sociais) estão sendo usadas para diversas atividades maliciosas em sites de empresas importantes, como Netflix e Facebook. Como parte dos esforços contínuos da LogMeIn para aumentar a segurança, enviamos alertas por e-mail para notificar as atividades de login aos clientes.

Quando a LogMeIn envia um e-mail sobre uma falha de login, uma tentativa de efetuar login em sua conta não foi bem-sucedida. Se você receber esses e-mails, é possível que tenham sido feitas tentativas de login automatizadas usando essas credenciais obtidas em vazamentos de dados de outras empresas. Quando há falhas de login, é provável que você esteja seguindo as melhores práticas da LogMeIn de alteração frequente da senha, uso de senhas complexas e/ou uso de autenticação de dois fatores para aumentar a segurança da conta.

Houve um vazamento de dados na LogMeIn?

Não temos suspeitas de que houve vazamento de dados nos sistemas da LogMeIn. Temos notado um aumento do número de tentativas de login, possivelmente de hackers testando senhas reusadas (obtidas em vazamentos de outras empresas) para obter acesso à sua conta.

Preciso tomar alguma ação?

Para verificar as atividades em sua conta, efetue login, clique em seu ID LogMeIn no canto superior direito e selecione Configurações da conta > Segurança > Registro de auditoria.

Caso a tentativa de login tenha sido sua (você digitou a senha incorretamente), considere usar um gerenciador de senhas, como o LastPass, para salvar e preencher automaticamente suas senhas no futuro. Caso a tentativa de login não tenha sido sua, recomendamos que siga as melhores práticas abaixo.

Que outras precauções devo tomar?

Confirme se você seguiu nossas recomendações de melhores práticas quanto à complexidade de senha e se habilitou a autenticação de dois fatores, quando disponível. Veja outras melhores práticas quanto à segurança online: